Deuses Gregos – Nomes e Lista dos Deuses do Olimpo

Os deuses gregos do Olimpo, em geral, são descritos como humanos na forma e no caráter. Mas, apesar disso, muitas vezes sua aparência e ações são, até certo ponto, idealizadas.

A beleza deles ultrapassa a dos mortais comuns; têm paixões mais desenfreadas e sentimentos mais nobres; e podem encarnar e impor os mais sublimes valores morais ao universo.

deuses-gregos-do-olimpo

Ao mesmo tempo, esses mesmos deuses gregos costumam refletir as fraquezas físicas e espirituais da humanidade: podem ser coxos, deformados, levianos, mesquinhos e hipócritas; roubam, mentem e intrigam, não raro com uma sutileza verdadeiramente divina.

Características dos deuses gregos do Olimpo

Os deuses gregos habitam quase sempre palácios no monte Olimpo ou no céu. Mas devemos fazer uma importante distinção entre os deuses do Olimpo (do mundo superior) e os do mundo inferior, chamados “ctônicos” (isto é, da terra). Eles comem e bebem – mas seu alimento é a ambrosia e seu vinho o néctar.

O ichor, substância mais refinada que o sangue, corre-lhes nas veias. Estão sujeitos tanto às emoções quanto às dores físicas ou morais comuns aos homens. São cultuados em templos, altares e santuários, homenageados com estátuas, aplacados com sacrifícios, invocados com preces.

Diferenças entre os deuses do Olimpo e os mortais

Mostram-se, em geral, bem mais versáteis que os mortais. Movem-se com impressionante velocidade e destreza, aparecem e desaparecem num átimo, metamorfoseiam-se à vontade, assumindo diferentes formas: humana, animal e divina.

deuses-gregos-em-sua-morada

Também o poder dos deuses gregos do Olimpo supera em muito o dos homens. No entanto, raramente se pode considerá-los onipotentes, com exceção talvez de Zeus (que, todavia, às vezes tem de curvar-se ao destino). Seu saber é sobre-humano, embora limitado em certas ocasiões. A onisciência, na verdade, parece uma prerrogativa especial de Zeus e Apolo, que transmite aos mortais seu conhecimento do futuro.

Imortalidade

Entretanto, o que mais os distingue dos homens é a imortalidade, sua característica divina por excelência. Inúmeros animais estão associados a determinadas divindades: Zeus tem a águia, Ares o javali, Atena a coruja, Afrodite a pomba (às vezes o pardal ou o ganso), etc.

Além disso, a divindade pode, se o quiser, assumir a forma de um animal – mas não há provas de que os gregos hajam jamais praticado a idolatria aos animais.

Semideuses

Os semideuses são o fruto de uniões mistas entre imortais e mortais. Têm, portanto, poderes limitados, inferiores aos dos deuses gregos do Olimpo. Além disso estão sujeitos à morte, não passando às vezes de figuras que assumiram certa grandeza em virtude de seu destino trágico ou épico.

Os heróis costumam ser considerados semideuses, mas não é possível definir com precisão a terminologia. Por exemplo, mortais como Édipo e Anfiarau não são, em sentido estrito, semideuses, embora estejam acima das criaturas comuns.

Podemos chamá-los de heróis, que eles certamente se tornaram depois de morrer, sendo cultuados sobretudo pela intensidade espiritual de suas vidas e a natureza miraculosa de suas mortes. Daí terem alcançado status divino.

Heróis gregos considerados semideuses

Já Héracles é herói e semideus, mas seu caso constitui exceção porque foi juntar-se aos deuses gregos do Olimpo em recompensa de feitos gloriosos neste mundo. A dificuldade em estabelecer definições absolutas complica-se por causa do emprego da palavra “herói” no vocabulário da crítica literária.

heracles-semi-deus-grego

Aquiles é um semideus, pois nasceu da união do mortal Peleu com a ninfa-deusa Tétis; seus poderes são extraordinários – mas é como mortal, como herói épico e dramático da Ilíada, que devemos julgá-lo.

Hierarquia dos deuses do Olimpo

Havia, claramente, uma hierarquia de divindades no panteão. Os deuses gregos do Olimpo, juntamente com os deuses supremos do mundo inferior, representavam o que podemos chamar de uma poderosa aristocracia.

Embora alguns deuses ou deusas fossem especialmente cultuados em determinados lugares (Atena em Atenas, Hera em Argos, Hefesto em Lemnos, Apolo em Delfos ou Deles), em geral as grandes divindades eram universalmente reconhecidas em todo o mundo da mitologia grega. No alto eslava Zeus, o rei, pai dos deuses gregos do Olimpo e dos homens, senhor supremo.

Lista de nomes dos deuses gregos do Olimpo

Cabia a todos os deuses gregos do Olimpo, logo ao nascimento, significativas prerrogativas e autoridade. Desse modo, formou-se um círculo de divindades superiores, em número de catorze, (posteriormente reduzindo-se para doze), cujos nomes são os seguintes:

Afrodite

Afrodite é a deusa grega da beleza, sexualidade e amor. Dotada de uma beleza incomparável, despertou os desejos da maioria dos deuses do Olimpo. Também conhecida como Vênus.

Apolo

Apolo é considerado o deus da luz, conhecido por sua tolerância e senso de justiça. É irmão gêmeo de Ártemis, a deusa da caça. Na mitologia romana, é conhecido pelo mesmo nome.

Ares

Ares é o deus da guerra, entre os deuses gregos do Olimpo, é o que apresenta o comportamento mais agressivo e com inclinações à selvageria. Também conhecido como Marte, utilizava uma lança, escudo e capacete de batalha.

Ártemis

Irmã gêmea de Apolo, é considerada a deusa da caça e dos animais selvagens. Também conhecida como Diana, é valente e vingativa.

Atena

A deusa da sabedoria, Palas Atena também é considerada deusa das artes, da guerra e da justiça. Sempre representada portando um grande escudo (presenteado por Perseu), utiliza um capacete de batalha e um cedro.  Também conhecida como Minerva.

Dionísio

Dionísio é considerado o deus do êxtase, das festas e do vinho. Filho de Zeus e Sêmele. Também conhecido como Baco. Substituiu Hestia entre os 12 deuses gregos do Olimpo.

Deméter

Também conhecida como Ceres, Deméter é conhecida como a deusa grega da fertilidade e da colheita. É responsável por instruir os mortais a pratica da agricultura.

Hades

Hades é irmão de Zeus, e também é conhecido pelo nome de Plutão. Após a guerra dos 10 anos, Hades deixou de ser um dos 12 deuses gregos do Olimpo após Zeus o designar para governar o mundo dos mortos, com o objetivo de garantir que os titãs permanecessem no Tártaro.

Hefesto

Hefesto é considerado o deus do fogo. Também conhecido como Vulcano, possui habilidades e conhecimentos de ferreiro.

Hera

Hera é considerada a deusa das bodas e maternidade. Também conhecida como Juno na mitologia romana, era irmã de Zeus.

Hermes

Hermes é filho de Zeus e Maia. Entre os deuses gregos do Olimpo, é considerado a divindade responsável por trazer a riqueza, fertilidade e magia. Entre suas atribuições, guiava as almas para o mundo dos mortos, comandados por Hades. Também conhecido como Mercúrio na mitologia romana.

Hestia

Na mitologia grega, Hestia é considerada a deusa do lar, atuando na proteção das famílias. Na mitologia romana é conhecida como Vesta. Foi substituída por Dionísio entre os 12 deuses do Olimpo.

Poseidon

Poseidon, assim como Hera, também é irmão de Zeus. É considerado o deus supremo dos mares, também conhecido como Netuno.

Zeus

Zeus é considerado como o supremo entre os Deuses gregos do Olimpo. Reconhecido como o senhor dos céus e dos raios. Filho de Cronos e Reia, também conhecido como Júpiter.

  • Saiba mais sobre ZEUS

Deuses gregos do Olimpo – Nomes e características

Continue aprendendo sobre MITOLOGIA E ARTE

Gostou de aprender sobre os deuses gregos do Olimpo? Compartilhe!